Emagrecer de Forma saudável

Foco nas dicas que ensinam como emagrecer rapidamente

A busca pelo corpo perfeito não se resume unicamente a uma questão estética, mas sim a necessidade de se manter um estilo de vida mais saudável. As mídias modernas ainda insistem em estabelecer um padrão que muitos almejam atingir e, para isso, cometem loucuras para que os resultados cheguem com velocidade elevada.

Muitas fontes de origem duvidosa prometem resultados milagrosos, com fórmulas mirabolantes que ensinam como emagrecer rapidamente.

Porém, há somente duas partes capacitadas a se envolverem no processo de perda de peso: o profissional da área de saúde, bem como o nutricionista, endocrinologista, e o profissional de educação física, e a força de vontade daquele que vai embarcar na jornada da perda de peso.

O tempo levado para que se atinja o peso ideal é relativo e pode variar para cada pessoa, e está diretamente atrelado ao esforço que se atribui a um bom plano alimentar aliado com uma sequencia eficaz de exercícios físicos.emagrecer-rapido-dicas-e-receitas-para-perder-peso-com-saude

Admitir que seu atual estilo de vida, juntamente com seu hábito alimentar corrente, não está correto é o primeiro passo para entender melhor o que é necessário fazer para se obter sucesso na luta contra a balança. E mediante o auto-reconhecimento de erros, torna-se possível conhecer as tão cotadas dicas que ensinam como emagrecer rapidamente.

O papel desempenhado pelas dietas para emagrecer

Algumas dietas para emagrecer possuem como base para sua formulação o estudo científico. E conforme foram provando efetividade, foram ganhando a preferência de fiéis seguidores. A seguir está uma lista das dietas mais populares dos últimos tempos e que ainda são colocadas em prática por aqueles que visam emagrecer o mais rápido possível:

  • Dieta Dukan: Tem como base o consumo de proteínas boas para banir o chamado “efeito sanfona” e para diminuir as medidas em um curto período de tempo.
  • Dieta Mediterrânea: Não dispensa a ingestão de vegetais, fibras e peixes. E como esses itens presentes na dieta são ricos em substâncias benéficas à saúde, há redução de doenças que afetam órgãos vitais assim como o cérebro.
  • Dieta Ortomolecular: É fundamentada no processo de desintoxicação, levando seu seguidor a eliminar substâncias tóxicas e nocivas. Oferecendo as proteínas vitais ao pleno funcionamento do corpo humano, essa dieta é considerada nutritiva e altamente energética. Talvez seja por isso que tenha se tornado a queridinha de muito famosos por aí.
  • Dieta dos Pontos: Nada mais é do que o hábito de contagem das calorias que cada alimento contém. Por meio da realização de um cálculo que considera aspectos como idade e peso, as regras da dieta estipular um número máximo de pontos a serem consumidor por dia.
  • Dieta Sem Glúten: Pode ser efetiva sim, porém deve ser acompanhada cautelosamente por um profissional da área da saúde. Isso porque o glúten é uma substância importante para o organismo e mesmo seu corte culmine em efeitos satisfatórios, bem como o desinchaço em curto prazo, a cautela não pode ser dispensada.
  • Dieta Ovolactovegetariana: Conforme o nome já sugere, tanto a carne vermelha quanto a carne branca são banidas juntamente com seus derivados. Trata-se de uma dieta indicada apenas para os que não se opõem a restrições, visto que o cardápio se resume basicamente aos ovos e ao leite e seus principais derivados.
  • Dieta Detox: É mais uma variação de dieta que visa impulsionar o processo de desintoxicação. Sua duração não ultrapassa os 7 dias, porém é conhecida por diminuir o percentual de gordura no corpo.
  • Dieta Antienvelhecimento: Mostra bons resultados graças ao seu cardápio rico em alimentos de ação antioxidante natural juntamente com a moderação da ingestão de carboidratos e proteínas.

emagrecer

A lista de dietas para emagrecer se estende com mais opções, contudo a escolha assertiva vem com o tempo, o qual permite que se teste uma ou mais delas. O mais importante de tudo é que se sinta bem durante o processo, pois se isso não ocorrer, as chances de se abandonar o projeto no meio aumentam consideravelmente.

Quando recorrer aos remédios naturais para emagrecer

O desenvolvimento de um mercado paralelo começou a engrenar quando a demanda por formas alternativas de perda de peso não se mostrou satisfeita com os resultados obtidos através das dietas mais tradicionais. Pessoas com sobrepeso ou descontentes com suas aparências corporais careciam de gatilhos impulsionadores que as ensinassem como perder peso e com poucos riscos.

Endocrinologistas, que são profissionais da área da saúde aptos a prescrever remédios naturais para emagrecer, passaram a concentrar parte de seu tempo na formulação e indicação de ervas, fitoterápicos e insumos. Para que um medicamento entre nessa categoria, o mesmo deve preencher alguns pré-requisitos.

A começar por seu processo de fabricação, o qual deve incluir extratos, óleos e ceras advindos de plantas medicinais ou outros derivados de origem animal.

Alguns nomes adquiriram popularidade justamente por acatarem o desejo de seus consumidores e atualmente são comercializados em farmácias de manipulação ou em lojas de produtos naturais.

A eficácia desses produtos específicos está na capacidade que os mesmos têm em regular o apetite, eliminar os pontos de gordura localizada, retardar o esvaziamento gástrico, reduzir a ingestão alimentar, afastar o desejo por açúcar e doces e promover efeito diurético nos usuários.

Aliados com os exercícios físicos, os remédios naturais para emagrecer potencializam a perda de peso e ajudam na prevenção de doenças. E não é preciso ir muito longe para se encontrar substâncias com efeitos idênticos aos desses medicamentos.

Pense na cafeína. Exatamente. Ela, que está presente em bebidas comuns como o chá preto e o próprio café, acelera o metabolismo, o qual é ativado por seu poder termogênico.

E o Goji Beery, você já conhece? Originária da China, essa pequena fruta ainda está em fase de estudos para que se desvende sua eficácia no combate à obesidade e demais doenças.

Mas suas características, que incluem a presença de proteínas, vitaminas e minerais, reduzem a ação dos radicais livres dentro das células do corpo por meio de uma poderosa ação antioxidante.

Todavia, é preciso ficar atento – muitos nomes de outros remédios naturais para emagrecer foram proibidos de serem comercializados após imposição da Vigilância Sanitária por apresentarem riscos à saúde. Converse sempre com seu médico de confiança para saber onde vale a pena investir.

5-dicas-para-queimar-mais-calorias-e-emagrecer-mais-rápido

A importância dos exercícios para emagrecer

Contar apenas com dietas para se chegar ao peso ideal não basta. Profissionais da área da saúde propriamente dita e também os que atuam como educadores físicos reiteram como a prática constante dos exercícios para emagrecer pode entregar um resultado final muito mais satisfatório para a dieta.

Corrida e natação são os campeões para essa finalidade, já que aumentam a frequência cardíaca e queimam muitas calorias em um menor período de tempo, além de fazerem parte do grupo de exercícios de alta intensidade.

Devem ser intercalados entre si, seguidos de alternância com períodos de descanso para que o metabolismo permaneça acelerado por até 24 horas após a finalização do treino.

E para manter os resultados entregues por esses exercícios cardiovasculares, recorrer à musculação é aconselhável para que se emagreça de forma eficiente e duradoura. Na verdade, a musculação é importante para melhorar o tônus muscular e ganhar força e resistência, favorecendo a chamada hipertrofia.

Para o praticante que busca rapidez, há uma lista interessante a se considerar na hora de buscar uma atividade física. Se esse é o seu caso, considere:

  • Hidroginástica e natação: excelentes para quem deve evitar o impacto devido a problemas de articulação e lesões advindas de acidentes.
  • Artes marciais: lutas em geral, assim como o muay thai, melhoram o condicionamento físico e os reflexos.
  • Spinning: consiste em fazer sequências guiadas em uma bicicleta ergométrica, enrijecendo a musculatura da parte inferior do corpo, bem como pernas, coxas e nádegas.
  • Zumba: um estilo de dança agitado que faz com que a queima de calorias ocorra de forma divertida por meio da música de raízes latinas.
  • Body pump: é similar à musculação quanto ao levantamento de pesos, porém com mais dinamismo e acompanhamento constante de um professor.
  • Flexões, abdominais e agachamento: trabalham regiões específicas do corpo, as quais costumam acumular gordura facilmente.
  • Pilates e yoga: auxiliam não somente na perda de pesa, mas também na adoção de uma melhor postura devido ao fortalecimento da musculatura que circunda a região lombar.
  • Pular corda: o que já foi um dia uma simples brincadeira de infância, hoje ressurge como uma atividade recomendável para a perda de peso, visto que trabalha vários músculos do corpo ao mesmo tempo. Suas vantagens também abrangem a melhoria da agilidade e da coordenação motora.
  • Elíptico: esse é um aparelho amplamente comum em academias de todos os portes, cuja intensidade de funcionamento pode ser regulada pelo próprio usuário com base nas indicações do treinador ou do professor de plantão. Trata-se de uma alternativa para quem precisa se manter em forma, mas que não pode se comprometer com os exercícios que causam impacto.
  • Tênis: esse esporte específico, combinado com a presença de um parceiro, é extremamente benéfico para os ossos. Preferido por aqueles que não gostam de treinar sozinhos, o tênis é indicado para altas perdas calóricas em cada partida.

No mundo ideal, os melhores exercícios para emagrecer são aqueles que, além de entregarem os resultados prometidos, também proporcionam diversão. Em academias com grade completa é possível fazer uma escolha a partir de uma vasta lista de possibilidades, as quais compõem uma grade bastante variada para agradar todos os gostos.

sucos-para-emagrecer

Pense sempre em emagrecer com saúde

Quando estiver pensando em perder peso, sempre trace uma rota saudável e segura. Jamais comprometa sua saúde e seu bem-estar em prol de alguns quilos a menos.

Sempre consulte um médico especialista para receber as devidas orientações durante essa fase de transição e lembre-se que, para emagrecer com saúde, é preciso alinhar mais de um hábito, estando entre eles a adoção de uma dieta equilibrada e a prática regular de exercícios físicos.

Não acredite em supostos milagres e nem em soluções aparentemente fáceis demais, pois há muitas pessoas desonestas que se infiltram no mercado fitness buscando ganhar dinheiro e gerar lucro às custas dos que são mal informados e ingênuos.

Conte com amigos e familiares para receber o apoio e o estímulo necessários, tendo em vista que o desânimo às vezes pode bater à porta sem convite. Inserir pequenos hábitos no dia-a-dia já costuma ser suficiente para se observar a perda de peso gradual. Eis alguns exemplos:

  • Não precisa eliminar aquele doce ou receita calórica que você tanto gosta. Retire-os gradualmente de seu cardápio rotineiro ou apenas diminua a frequência da ingestão.
  • Alimente-se de 5 a 6 vezes ao dia, não permitindo que os intervalos de jejum ultrapassem as 4 horas.
  • Procure mastigar lentamente. Os alimentos bem triturados requerem menos esforço do organismo para que a digestão ocorra em sua normalidade.
  • Alimentos frescos são sempre a melhor pedida, porque as alternativas industrializadas costumam ter conservantes e outros aditivos químicos maléficos à saúde.
  • Frutas são fantásticas, mas também contém açúcar também. A denominada frutose, quando ingerida em excesso, também pode culminar no acúmulo de gordura e, consequentemente, no aumento de peso.
  • Não pule nenhuma refeição de seu dia. Para emagrecer com saúde é necessário contar com os nutrientes presentes no café-da-manhã, no almoço, no jantar e nos pequenos lanches ao longo do dia.
  • Beba muita água. O volume diário mínimo recomendado é de 1 litro e meio, sendo que a importância do consumo desse líquido está na hidratação muscular, na proteção dos órgãos da visão, na melhor absorção de vitaminas e sais minerais, na manutenção da saúde da pele e no processo de redução de medidas por meio da eliminação do acúmulo de líquidos.

Evite pensar em cirurgias a não ser que sejam firmemente recomendadas por um profissional da área da saúde. Esses procedimentos, além de serem invasivos, possuem custo elevado e um longo e difícil período de recuperação. E assim como todo tipo de intervenção cirúrgica, há riscos.

Sem contar que os resultados podem não satisfazer por estarem abaixo da expectativa traçada. A melhor pedida para se emagrecer com saúde, conforme mencionado, é obter acompanhamento profissional de, por exemplo, um nutricionista, o qual formulará uma rotina alimentar baseada no seu perfil e hábitos diários de seu cliente.